Tudo sobre Lista de e-mails – Como criar, crescer e otimizar resultados em 2023

Advert

A lista de e-mails é ferramenta poderosa para as empresas alcançarem clientes e construírem relações com eles. Não só podem ser usadas para manter os clientes informados sobre os novos produtos e ofertas, mas também podem ser usadas para fortalecer sua marca e te posicionar como autoridade no seu setor de atuação.

Neste artigo quero te apresentar tudo sobre as listas de emails. Vamos conhecer o que é uma lista de e-mails, os benefícios de ter uma, e como construí-la e utilizá-la em todo o seu potencial. Além de dicas e ferramentas para te auxiliar a gerenciar todo esse processo.

O que é uma lista de e-mails?

Uma lista de e-mails é uma coleção de endereços de e-mail associados aos dados dos usuários, que normalmente são guardados por empresas. Essa lista de dados pode ser utilizada em diversas estratégias de marketing.

Uma lista de emails é uma ferramenta poderosa para manter os clientes engajados, enviar atualizações sobre produtos, ofertas especiais e muito mais. Manter um relacionamento com o cliente é fundamental para o sucesso de qualquer negócio.

Embora algumas pessoas acreditem que o e-mail seja um canal ultrapassado, as marcas reconhecem que ele é uma das principais ferramentas de relacionamento e, por isso, as lista ainda são utilizadas amplamente como parte das estratégias de atração de novos clientes.

Para construir uma lista de e-mails, é preciso coletar endereços de e-mail juntamente com detalhes dos seus proprietários. Isso pode ser feito por meio de formulários de inscrição em seu site, campanhas em redes sociais, busca ativa de emails na internet e outras estratégias.

Benefícios de uma lista de e-mails

Há muitos benefícios em ter uma lista de e-mails. Além de manter os clientes informados sobre seus produtos e serviços, você pode segmentar seus clientes para enviar e-mails personalizados.

Isso significa que você pode enviar e-mails que são relevantes para o interesse ou comportamento do cliente. Além disso, é possível acompanhar o desempenho de seus e-mails para ajustar sua estratégia.

Quando você acompanha os resultados é possível saber quais assuntos despertam mais interesse dos leitores. E pronto, você sabe quem são seus leitores e quais assuntos eles tem interesse. A partir disso basta encontrar a forma certa de apresentar seu produto/serviço para o leitor do email.

Outro benefício é que uma lista de e-mails pode ajudar a capturar leads e convertê-los em vendas. Com uma lista de e-mails, você pode enviar e-mails promocionais ou incentivar os clientes a interagir de alguma forma com seus conteúdos. Isso pode aumentar as chances de uma venda.

Uma outra vantagem é que você vai conquistando o reconhecimento dos leitores como autoridade no seu segmento. Conforme sua comunicação com o leitor avança fica mais fácil para esse leitor aceitar que você é a referência sobre o tema.

Como construir uma lista de e-mails

Construir uma lista de e-mails pode parecer intimidador, mas não precisa ser. O primeiro passo é criar um formulário de cadastro em seu site para coletar endereços de e-mail juntamente com os dados do leitor.

Você pode usar ferramentas de criação de formulários para ajudar a criar formulários personalizados e atraentes.

Minha sugestão é que utilize um serviço de envio de email marketing que já ofereça formulários de cadastro opt-in. Dessa forma em um único lugar você coleta e envia emails com facilidade.

Existem várias ferramentas disponíveis no mercado, como Mailchimp, Aweber, ConvertKit, entre outras. Certamente isso vai te poupar muito tempo, então escolha uma que atenda às suas necessidades e orçamento.

Caso decida por realizar manualmente esse trabalho aqui vai um pequeno passo-a-passo de como eu faria:

1. Defina o seu objetivo com a construção da lista de emails

O primeiro passo para criar uma lista de e-mails é definir o objetivo que você quer alcançar com ela. Você pode querer criar uma lista para vender mais, nutrir leads, fidelizar clientes, divulgar novidades da empresa ou outras finalidades. Definir o objetivo é fundamental para traçar uma estratégia clara e objetiva e otimizar suas chances de sucesso.

É legal lembrar que você pode ter diversos objetivos diferentes para sua lista de e-mails e o ideal é ter uma lista separada para cada um deles. Por exemplo, você pode ter uma lista para divulgação de novidades e promoções, outra para conteúdo educativo e outra para pesquisas de opinião.

Dessa forma, você consegue personalizar e segmentar suas campanhas de e-mail marketing de acordo com o interesse e comportamento do seu público, aumentando assim a efetividade da comunicação e as chances de conversão.

2. Escolha as informações que sua lista necessita

Depois de estabelecer o objetivo para a construção da sua lista de e-mails, é hora de pensar nas informações necessárias para atingi-lo. Para isso, você precisa identificar quais informações são relevantes para o seu negócio e criar um plano de ação com base nelas.

Para avaliar as informações importantes para o seu nicho de atuação, você pode pensar em quais dados são necessários para a venda dos seus produtos ou serviços e para identificar melhor as necessidades do seu cliente ideal.

Por exemplo, se você deseja aumentar as vendas, pode ser importante saber o histórico de compras dos seus clientes para oferecer promoções e produtos relacionados aos interesses deles. Se o objetivo é nutrir seus leads, pode ser útil saber a qual segmento da sua audiência eles pertencem e quais conteúdos são mais relevantes para eles.

Ao entender as informações relevantes para sua lista de e-mails, você poderá segmentar seus contatos e personalizar suas campanhas de acordo com o perfil e interesse do seu público. Isso aumenta a efetividade da comunicação e fortalece o relacionamento com seus clientes, resultando em um melhor desempenho para o seu negócio.

Além disso, em alguns casos, pode ser importante coletar informações mais pessoais, como idade e gênero, para adequar a comunicação com o seu público. Saber a idade dos seus leitores, por exemplo, pode ajudar a determinar o tipo de conteúdo que mais os atrai e a linguagem adequada para se comunicar com eles. Da mesma forma, conhecer o gênero dos seus contatos pode auxiliar a adaptar a abordagem em suas campanhas de e-mail marketing para atender às expectativas e necessidades específicas de cada público.

3. Crie uma oferta ou isca digital relevante

Agora que você já definiu quais informações são importantes para a sua lista de e-mails, é hora de pensar em como conseguir esses dados. Afinal as pessoas não vão compartilhar seus endereços de e-mail sem um bom motivo.

Uma boa estratégia é oferecer uma ‘isca digital’ de valor em troca das informações do usuário.

Essa oferta pode ser um material gratuito, como um e-book, infográfico, planilha, participação em um evento (webinar, seminário, palestra, workshop, curso online), promoções, descontos, entre outros.

O importante é que a oferta esteja relacionada ao objetivo da sua lista e seja útil para quem você quer que se cadastre na lista.

Oferecer um material de qualidade pode despertar o interesse dos usuários e incentivá-los a fornecer suas informações em troca. Além disso, essa oferta serve como uma forma de criar uma relação de confiança com seus contatos, já que você está fornecendo algo de valor sem pedir nada em troca.

É importante lembrar que a oferta deve ser apresentada de forma clara e atrativa para os usuários. Explique o que o material oferece e como ele pode ser útil para sua audiência. Além disso, certifique-se de que o formulário de inscrição seja simples e fácil de preencher para aumentar as chances de conversão.

4. Crie uma landing page

Pixel do Facebook - Extrator de Emails Online
Utilizar o Pixel do Facebook é como ter um assistente de inteligência trabalhando para você. Foto: Douglas W. P. – Canva IA

Uma landing page é uma página de destino que tem como objetivo capturar os dados do usuário, geralmente o nome e endereço de e-mail. É nessa página que você vai oferecer a sua oferta e pedir o endereço de e-mail do visitante em troca dela.

A landing page deve ser bem elaborada, ter um design atraente e ser objetiva, destacando os benefícios da oferta e explicando claramente o que o visitante deve fazer para recebê-la.

Minha dica é que você utilize ferramentas de rastreio como o Pixel de Conversão do Facebook, dessa maneira mesmo que o visitante não se cadastre você poderá usar a atividade dele em sua página de cadastro como ferramenta para criar anúncios pagos sobre seu produto ou serviço.

5. Divulgue a sua página de captura

Agora que você criou sua landing page, é hora de divulgá-la para atrair visitantes e capturar mais e-mails. Existem diversas formas de divulgação, como através de campanhas de anúncios pagos nas redes sociais, colocando um pop-up na sua página inicial ou em seu blog, ou ainda, através do seu perfil nas redes sociais.

6. Acompanhe os resultados

Para saber se sua estratégia está funcionando, é importante acompanhar os resultados. Analise as métricas, como taxa de conversão, taxa de abertura e cliques nos e-mails para avaliar a eficácia da sua campanha de e-mail marketing. Dessa forma, você poderá fazer ajustes necessários e melhorar os resultados.

7. Armazene os dados da sua lista de e-mails

Por fim, é fundamental manter um registro atualizado dos e-mails dos seus clientes e potenciais clientes para que você possa enviar campanhas de e-mail marketing segmentadas e personalizadas. Você pode usar ferramentas de automação de marketing para armazenar e gerenciar sua lista de e-mails e garantir que ela esteja sempre atualizada e segmentada.

Além disso, é importante que você respeite as leis de proteção de dados, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), e obtenha o consentimento dos usuários para envio de e-mails marketing. Não se esqueça de incluir um link de descadastramento em todos os e-mails enviados, para que os usuários possam optar por não receber mais mensagens caso desejem.

Outra opção é usar campanhas de mídia social para coletar endereços de e-mail. Por exemplo, você pode oferecer um desconto para os usuários que se inscreverem em sua lista de e-mails. Além disso, pode usar campanhas de e-mail para incentivar os clientes existentes a se inscreverem em sua lista.

Por fim, uma das melhores maneiras de construir uma lista de e-mails é usar uma ferramenta de automação de tarefas. Com o software certo, é possível automatizar tarefas como busca de leads e envio de e-mails. Isso pode ajudar a economizar tempo e esforço, permitindo que você se concentre em outras áreas do seu negócio.

Eu tenho utilizado o software megamailing para automatizar a extração de dados de sites na internet. Ele é pago, mas acho o valor muito atrativo, e você pode fazer um teste gratuito antes de comprar. Além disso os leitores do blog tem desconto de 20% usando o cupom FINALIZART na compra. Vale muito a pena, recomendo.

Saiba mais sobre o extrator megamailing aqui.

Estratégias para aumentar sua lista de e-mails

A lista de e-mails é uma ferramenta essencial para manter contato com os clientes e fazer com que o seu negócio cresça. Para aumentar a sua lista, há algumas estratégias eficazes que você pode utilizar.

Campanhas nas mídias sociais, boletins informativos e incentivos para os clientes se inscreverem são algumas das formas de aumentar sua lista de e-mails. Além disso, usar programas de referência e o marketing de conteúdo são maneiras de divulgar o seu negócio e atrair novos assinantes.

Uma ferramenta fundamental para otimizar o gerenciamento da sua lista de e-mails é a automação de e-mails. Com o uso de software de automação, é possível economizar tempo e dinheiro, automatizando tarefas como envio de e-mails, rastreamento do envolvimento do cliente e segmentação dos clientes. Essa ferramenta também ajuda a monitorar o desempenho dos seus e-mails, permitindo ajustes na estratégia para melhorar resultados.

Para escrever e-mails eficazes, é importante garantir que o conteúdo seja relevante para o cliente, incluir chamada para ação e otimizar o design para dispositivos móveis. A linha de assunto é um elemento fundamental, sendo a primeira coisa que o cliente vê ao receber o e-mail, deve captar a atenção e motivar a abertura do e-mail.

O próximo passo é otimizar os seus e-mails para conversões. O design do e-mail deve ser visualmente atraente e chamar a atenção para a chamada para a ação. A chamada para ação deve ser clara e fácil de entender, com um link bem visível.

Utilizar essas estratégias de forma inteligente é uma ótima maneira de aumentar a sua lista de e-mails e aprimorar o relacionamento com seus clientes.

Como escrever e-mails eficazes

Escrever e-mails eficazes é uma parte importante da construção de uma lista de e-mails bem-sucedida. O primeiro passo é garantir que seus e-mails sejam relevantes para o destinatário. Isso significa que você precisa conhecer bem seu público e garantir que o conteúdo do e-mail esteja relacionado às necessidades e interesses deles. Além disso, é importante incluir uma chamada para ação clara e direta, para que o destinatário saiba o que fazer em seguida.

Outro elemento crucial de e-mails eficazes é a linha de assunto. É a primeira coisa que o destinatário verá, portanto, é importante que ela chame a atenção e desperte o interesse do destinatário. Uma linha de assunto intrigante e direta pode fazer toda a diferença. Além disso, é essencial que o corpo do e-mail seja conciso e direto ao assunto. E-mails longos podem desencorajar o destinatário de lê-los, portanto, mantenha-o curto e doce.

Por fim, é crucial que seus e-mails sejam otimizados para dispositivos móveis. Muitos destinatários visualizarão seus e-mails em smartphones, então o design deve ser responsivo e fácil de ler. Isso garantirá que seus e-mails sejam visualmente atraentes e que o destinatário possa agir rapidamente e sem dificuldades.

Como otimizar seus e-mails para conversões

Uma vez que você tenha escrito e-mails eficazes, o próximo passo é otimizá-los para conversões. Isso significa garantir que os e-mails sejam concebidos de forma a incentivar o destinatário a agir.

O primeiro passo é criar uma chamada para ação clara e facilmente compreensível. Ela deve estar em destaque no e-mail e ser facilmente clicável. Além disso, o design do e-mail deve ser otimizado para conversões. Isso significa que o design deve ser visualmente atraente e chamar a atenção do destinatário para a chamada para a ação. O design também deve ser responsivo e fácil de ler em dispositivos móveis, para que o destinatário possa agir rapidamente.

Por fim, é fundamental realizar testes A/B para otimizar seus e-mails. Isso envolve o envio de duas versões do mesmo e-mail para um grupo de destinatários e avaliar qual versão tem melhor desempenho. Essa abordagem permitirá que você determine quais elementos do e-mail estão funcionando e quais não estão, para que você possa ajustar sua estratégia de acordo.

Conclusão

As listas de e-mails podem ser uma ferramenta poderosa para as empresas alcançarem seus clientes e construírem relacionamentos significativos com eles. Neste artigo, discutimos o que é uma lista de e-mails, os benefícios de tê-la e como construí-la e utilizá-la em todo o seu potencial.

Também discutimos como usar a automação em seu benefício, como escrever e-mails eficazes e como otimizar seus e-mails para conversões. Seguindo as dicas deste artigo, você pode começar a construir uma lista de e-mails forte e começar a se envolver com seus clientes de uma maneira significativa.

Com a ajuda da automação de tarefas, é possível reduzir o tempo gasto na prospecção de clientes e dedicar mais energia para construir relacionamentos com eles. A chave para uma lista de e-mails bem-sucedida é oferecer conteúdo relevante e personalizado para seus clientes, incentivando a interação e a conversão em ações. Ao seguir as práticas recomendadas de escrita de e-mails eficazes e otimização para conversões, você poderá maximizar o impacto de sua lista de e-mails e colher os benefícios de um relacionamento forte e duradouro com seus clientes. Comece a construir sua lista de e-mails hoje e veja o que ela pode fazer por seu negócio!

Programas e ferramentas que eu uso e recomendo

Sempre recebo dicas e dúvidas dos leitores do nosso blog. Entre as diversas ferramentas que já testei nos últimos anos algumas tem se destacado, e pra facilitar o acesso deixo sempre essa lista no fim das publicações.Espero que aproveite bem e se tiver mais alguma pra recomendar deixe seu comentário ou envie por email.DigitalOcean Referral Badge

Douglas W. P.

Desenvolvedor Web na empresa Finalizart. Criei o Extrator em 2011 pois precisava organizar milhares de e-mails e não queria fazer o trabalho manualmente. Hoje milhões de pessoas extraem e organizam e-mails de uma maneira simples, rápida e gratuita.
O Extrator é um site sem fins lucrativos. Contudo tenho um grande gasto com servidores. Considere apoiar esse site com uma doação de qualquer valor.

Chave PIX:
contato@extrator.com.br – Mercado Pago

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

E-mail que se autodestrói – Conheça o modo confidencial do Gmail

E-mail que se autodestrói – Conheça o modo confidencial do Gmail

Você sabia que o existe um recursos chamado modo confidencial do Gmail que permite enviar e-mails que se autodestroem? Isso mesmo! É uma forma de manter suas mensagens seguras e privadas, especialmente se elas contêm informações sensíveis, como números de conta ou...

Como extrair emails do Google usando um Extrator de Emails

Como extrair emails do Google usando um Extrator de Emails

Neste tutorial vamos aprender como extrair e-mails de textos aleatórios ou de uma pesquisa específica no Google, o Extrator de Emails Finalizart é uma ferramenta gratuita e fácil de usar que pode ajudar. Olá, meu nome é Douglas W. P. e sou o criador do Extrator de...